segunda-feira, 31 de outubro de 2016

Sobre o vô

sonhando…
três e meia da madrugada
ele chega me abraçando
ele diz que aqui é o melhor lar que já teve
o cheiro de mofo e suor impregnam em mim
ele me beija o rosto
ele me abraça com os bracinhos rechonchudos
eu o beijo
eu choro
acordo
bem no pesadelo que vivo
ele não vive
eu queria dizer que isso logo passa
mas sei que isso logo volta
uma ressaca sentimental mora em mim
o ombro pesa
a cabeça dói
e o peito fica trancado
eu queria chorar meio mundo
mas eu só sei silenciar tudo
e agora sei que cabe muitos corações
em um silêncio
com várias batidas esquecidas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário